Inscrição

Os Museus, bem como outros equipamentos culturais, enquadrados em territórios com alta densidade populacional e que são, ao mesmo tempo, focos de atração turística internacional, atravessam hoje o difícil desafio, em termos da sua programação e atividades de serviço educativo, de se tornarem espaços, por um lado, cada vez mais cúmplices da Escola e, por outro, atrativos para o público turista. O Museu e a Escola estão entre as instituições mais antigas e correntes da História. A relação entre elas não é nova e, atualmente, aos museus e exige-se uma dimensão educativa do museu mais ampla, incluindo a conceção e o desenvolvimento de programações diversificadas e transversais que intensifiquem a relação com os públicos. Os Museus do século XXI devem adotar um pensamento estratégico que contribua para a sua aproximação e resposta a diferentes públicos, mas também a uma cooperação entre os museus e do turismo. A discussão sobre os museus e o turismo parte de uma clarificação do conceito atual de museu e da emergencia de novos paradigmas na sociedade, aos quais o museu do futuro não poderá ficar indiferente, sobretudo como forma de potenciar a sua atração junto do público turista, mas também se pretende afirmar-se como equipamento de lazer ao serviço de uma comunidade alargada.  

O objetivo desta ação de formação é refletir sobre a adequação dos museus, e de outros equipamentos culturais, à nova realidade, cada vez mais múltipla, dos territórios e  desenvolver políticas e práticas de comunicação e atuação que permitam a resposta a  todos os tipos de públicos.

Destinatários

Licenciados em Turismo; colaboradores de museus e de equipamentos culturais; profissionais do setor do turismo; estudantes do ensino superior que tenham como objetivo trabalhar no setor cultural e/ou turístico.

Formadora

Mestre Helena Pereira

Helena AM Pereira é natural de Vila Real e vive em Vila Nova de Gaia.

É Licenciada em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Frequentou o Mestrado em Museologia, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e a Pós-Graduação em Gestão das Artes na Universidade Católica Portuguesa. Concluiu o Mestrado em Comunicação, Arte e Cultura pela Universidade do Minho com média final de 18 valores.

É doutoranda em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho.

Fez formação profissional em Conservação e Restauro de Núcleos Históricos, no Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; em Organização de Eventos, no CERTFORM – Escola de Formação Prática e em Organização e Planificação de Exposições, na RESTART – Escola de Criatividade e Novas Tecnologias. Estudou Língua e Cultura Italiana no Istituto Michelangelo (Florença) e Istituto Leonardo Da Vinci (Roma). Possui o curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores (CAP – EDF 500728/2009 DN), pelo KXLS – Serviços de Comunicação e Imagem, Lda.

Fala e escreve, fluentemente Inglês e Italiano e, razoavelmente, Espanhol. Organiza, desde 2005, como freelancer, exposições de arte e outros eventos culturais.

A partir de outubro de 2008 realiza, em regime de estágio curricular, o "Plano Estratégico para a Reabertura da Casa Oficina António Carneiro", museu tutelado pela Câmara Municipal do Porto.

Em 21 de Janeiro de 2009, criou a Intelectus D’ouro, empresa com sede em Vila Nova de Gaia e que desenvolveu vários projetos de comunicação, gestão cultural e de eventos até 30 de junho de 2015, um pouco por todo o país.

Do vasto portfólio desta empresa, destaca-se, de maio de 2010 a março de 2014, a direção executiva do Tempos Cruzados - Programa Associativo, área de programação de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

No domínio das artes plásticas e visuais, colaborou desde 2007, não só nas várias edições da Bienal de Cerveira, como coordenou o Serviço Educativo do Museu desta instituição até junho de 2015.

Fez visitas guiadas a exposições organizadas pelo Millennium bcp. Criou e foi diretora artística da ECOGALERIA, em Braga; colaborou com várias galerias de arte no Porto, entre as quais a Baganha Galeria e a Por Amor à Arte; foi curadora de exposições temporárias em várias instituições culturais de referência em Portugal como a Fundação Escultor José Rodrigues (Porto) ou o CAE da Figueira da Foz.

Em março de 2009 inicia atividade profissional como formadora tendo já lecionado perto de 2000 horas de formação profissional certificada, em várias instituições no norte do país.

Colaborou, como crítica cultural, com a revista BOMBART, com o semanário GRANDE PORTO e com a revista espanhola ART.ES. Tem vários ensaios publicados em edições ligadas a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura e já fez a coordenação editorial de livros catálogos. Atualmente colabora com o quinzenário As Artes entre as Letras.

Exerce, desde 2 de dezembro de 2013, funções como museóloga e coordenadora do serviço educativo do World of Discoveries, Museu Interativo e Parque Temático, do grupo Douro Azul, que tem como tema a grande odisseia dos Descobrimentos Portugueses e se situa em Miragaia, no Porto.

Horário

  • 42 horas Pós-laboral (3ª e 5ª feira das 19h às 22h)

Propina única

140€ (20% desconto para estudantes do ISLA) 

Informações

0
0
0
s2sdefault
Diferenca
office hero
covid 4
livroreclamacoes Prancheta 1
Logo Opt 3 copy 2
bolsa emprego
CienciaVitae
Alumni
centro qualifica
Acesso

Faça a sua Candidatura ao ISLA Gaia

Candidatura Online